domingo, 7 de fevereiro de 2016

09 – O declínio do império americano (Le déclin de l´empire américain) – Canadá (1986)


Direção: Denys Arcand
Enquanto preparam um jantar, quatro homens conversam entre si sobre assuntos diversos. Ao mesmo tempo, em uma academia de ginástica, quatro mulheres conversam sobre os problemas de relacionamento entre homens e mulheres.

“Os sinais do declínio do império estão por toda parte. A população despreza suas próprias instituições, a queda de natalidade, a recusa dos homens em servir ao Exército, a dívida nacional incontrolável, a diminuição das horas de trabalho, a invasão do funcionalismo, a degeneração das elites.

Com a destruição do sonho marxista-leninista não há nenhum modelo de sociedade do qual dizer: "É assim que gostaríamos de viver".

Como no plano privado, a menos que seja místico ou santo, é quase impossível moldar sua vida a partir de um exemplo à sua volta. Vivemos um processo geral de dissolução de toda a existência.”


Download:
Torrent + Legenda

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

08 – Lady Vingança (Chinjeolhan Geumjassi) – Coréia do Sul (2005)


Direção: Park Chan-wook
Aos 19 anos Lee Geum-Ja, é condenada a 13 anos de prisão pelo sequestro e assassinato de um menino de 6 anos. Ela está acobertando o verdadeiro culpado, seu namorado e professor Sr. Baek. Quando descobre que está sendo traída, Geum-Ja, passa todo o seu tempo na cadeia preparando uma vingança para o ex-amante. Treze anos depois ela sai da cadeia e, com a ajuda de algumas ex-colegas da prisão, encontra Sr. Baek ,e põe em prática seu minucioso plano.

Chan-wook Park dando nó na cabeça. Não tão brilhante quanto Oldboy, mas encerrando a trilogia em grande estilo. Lady Vingança é perverso, como assim costumam ser as pessoas mais vingativas. E por mais que a câmera não revele o ápice da crueldade, a mente da espectador já deduz o que aconteceu ou já projeta o que poderia ser feito. No final das contas, o espectador é colocado na história e sua moral é testada.

Mais uma grande obra de um dos melhores diretores contemporâneos.


Download:
Torrent + Legenda

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

07 – Interlúdio (Notorius) – Estados Unidos (1946)


Direção: Alfred Hitchcock
Após seu pai alemão ser condenado como espião, uma jovem mulher (Ingrid Bergman) passa a se refugiar em bebida e homens. É assim que se aproxima de um agente do governo (Cary Grant), que pergunta se ela concorda em ser uma espiã americana no Rio de Janeiro, onde nazistas amigos do pai dela estão operando. Ela acaba se casando com um espião nazista, mas se apaixona pelo seu contato no governo americano.


E não é que até o Mestre veio parar no Brasil. Em Interlúdio, Hitchcock roda no Rio de Janeiro – só que não - mais uma grande obra. Apesar da trama se passar no Rio, as gravações foram feitas no estúdio, utilizando imagens gravadas no Brasil, mas feitas por uma segunda equipe.

Em Interlúdio, o Mestre consegue transformar um enredo simples em algo surpreendente e, pra variar, com uma bela fotografia que passeia pelo noir.

O Mestre fazendo mestrice:
- A lei da época só permitia beijos de até 3 segundos. Com sua habilidade, o velho Hit criou uma sequencia que durou mais de 2 minutos, entre 3 segundos de beijinho aqui, mais 3 ali.
- Um plano-sequencia de cerca de 40 segundos, começando com o plano aberto, mostrando o salão de festas, até ir fechando na mão da personagem que segurava um objeto importante para a trama.


E aí você percebe que o filme já está chegando ao fim e pensa “vai ser impossível, em tão pouco tempo, conseguir um desfecho que não seja forçado”. Daí, as sequencias finais fazem o espectador sorrir e concluir “é claro que é possível, aqui é Hitchcock”.


Download:
Torrent + Legenda

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

06 – O menino e o mundo (idem) – Brasil (2013)


Direção: Alê Abreu
Um garoto mora com o pai e a mãe, em uma pequena casa no campo. Diante da falta de trabalho, no entanto, o pai abandona o lar e parte para a cidade grande. Triste e desnorteado, o menino faz as malas, pega o trem e vai descobrir o novo mundo em que seu pai mora. Para a sua surpresa, a criança encontra uma sociedade marcada pela pobreza, exploração de trabalhadores e falta de perspectivas.



Download:
Torrent




























   




quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

[ESPECIAL] ETTORE SCOLA - Filmografia completa


Me apaixonei por Ettore Scola depois de Nós que nos amávamos tanto. Um dos mais belos que eu já vi na vida. Como um cara consegue falar tão profundamente de amor e política, ao mesmo tempo em que testa os limites estéticos e de linguagem do cinema? Ettore Scola é, foi, será um dos maiores professores que o cinema já teve. Sua câmera que não saia da mesma locação - da casa, em A Família; da pista de dança em O Baile - e, ainda assim, conseguia transmitir para o espectador as passagens de tempo, as transformações pessoais e até mesmo o pré e pós-guerra. O que era invisível aos olhos, o cara apelava para a sensibilidade. Um dos diretores mais sutis e precisos. Ettore Scola me fazia ter orgulho do meu sobrenome, onde carrego um pedaço da Itália. E me fazia entender que não se faz política sem amor e sem humor. Entre 2003 e 2013 ele parou de filmar. Segundo ele, estava saturado das produtoras e distribuidoras. Prezava pela liberdade. Segundo ele, foi a própria sensação de liberdade que fez ele voltar a filmar o seu último filme: Que estranho chamar-se Federico. Liberdade e amor talvez sejam as palavras que definam Scola. A liberdade que ele conseguia transmitir, mesmo em prisões técnicas criadas por ele mesmo em seus filmes. E o amor, mesmo em períodos nebulosos da humanidade. Que estranho o cinema sem Ettore Scola.



Abaixo, a filmografia completa de Ettore Scola. Para baixar, ver e compartilhar. Para sentir, para aprender. Para homenagear.

Que estranho chamar-se Federico! (2013)
Gente de Roma (2003)
Concorrência desleal (2001)
O jantar (1998)
A história de um jovem homem pobre (1995)
Mario, Maria e Mario (1993)
A viagem do Capitão Tornado (1990)
Splendor (1989)
Que horas são? (1989)
A família (1987)
Maccheroni (1985)
O baile (1983)
Casanova e a Revolução (1982)
Paixão e amor (1981)
O terraço (1980)
Os novos monstros (1977)
Um dia muito especial (1977)
Senhoras e senhores, boa noite (1976)
Feios, sujos e malvados (1976)
Nós que nos amávamos tanto (1974)
La piú bella serata della mia vita (1972)
Rocco Papaleo (1971)
Ciúme à italiana (1970)
O comissário Pepe (1969)
Perdidos na África (1968)
L´Arcidiavolo (1966)
Falam-me de mulheres (1964)

Download:
Torrent (Pacote com o torrent dos 27 filmes + respectivas legendas)

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

05 – Distrito 9 (District 9) – África do Sul/Canadá/EUA/Nova Zelândia (2009)


Direção: Neill Blomkamp
Alguns anos atrás, os aliens fizeram seu primeiro contato com a Terra. Humanos esperavam que a raça fosse hostil e proporcionasse um ataque ao planeta. Nada aconteceu. Ao invés disso, as criaturas pediram asilo, já que são as últimas sobreviventes de seu planeta natal. Mas a co-existência da raça com os humanos não vem sendo fácil até então, e os “camarões”, como são chamados preconceituosamente, permanecem escondidos em uma área povoada por barracos improvisados na África do Sul, denominada Distrito 9. Lá, são obrigados a viver no ostracismo e proibidos de sair até que os humanos decidam o que fazer com eles.

O filme até que começa bem, trazendo questões sociológicas importantes. Ainda que em certos momentos um pouco didático, mas, ainda assim, permitindo fazer diversas analogias com nossa sociedade, nossa civilização.

Mas depois segue o roteiro padrão hollywoodiano, com tiros, explosões e uma rajada de clichês. Para quem gosta dessas coisas, é um bom filme. Mas poderia ter sido bem melhor se terminasse seguindo a proposta que começou


Download:
Torrent + Legenda

domingo, 17 de janeiro de 2016

04 – (500) dias com ela (500 days of Summer) – Estados Unidos (2009)


Direção: Marc Webb
Quando Tom, azarado escritor de cartões comemorativos e românticos sem esperanças, fica sem rumo depois de levar um fora da namorada Summer, ele volta a vários momentos dos 500 dias que passaram juntos para tentar entender o que deu errado.


- Você tá bem?
- Tô.
- Com certeza?
- Eu quero te perguntar uma coisa.
- O que?
- O que nós... O que estamos fazendo?
- Ué, a gente não tá indo ao cinema?
- É... eu quero dizer... o que tá rolando aqui, com a gente?
- Sei lá. O que importa? Eu tô feliz. Você não tá feliz?
- Tô.
- Ótimo.

On dit que le destin se moque bien de nous
Qu'il ne nous donne rien et qu'il nous promet tout
Parait qu'le bonheur est à portée de main
Alors on tend la main et on se retrouve fou

Pourtant quelqu'un m'a dit
Que tu m'aimais encore
C'est quelqu'un qui m'a dit que tu m'aimais encore
Serait ce possible alors


Download:
Torrent (dual audio: inglês sem legenda ou dublado em português)

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

03 – Império dos sonhos (Inland Empire) – Estados Unidos (2006)


Direção: David Lynch
Atriz passa a ter sua visão da realidade distorcida ao se apaixonar por ator com quem contracena numa refilmagem de um filme originalmente polonês não concluído - supostamente porque estava amaldiçoado.







Download:
Torrent + Legenda

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

02 – Minha mãe (Mia Madre) – Itália (2015)


Direção: Nanni Moretti
Margherita é uma diretora de cinema que está rodando seu novo filme com o famoso e peculiar ator americano Barry Huggins. Longe do set, Margherita tenta manter sua vida inteira enquanto sente-se impotente ao enfrentar a doença de sua mãe e a adolescência da filha.


Bela homenagem de Nanni Moretti para sua mãe. Uma sensibilidade de quem está na iminência da perda de um ente querido, com a responsabilidade prática e material que é lidar com essa passagem. Os limites do “até onde dá para abrir mão de sua vida pessoal” pela dedicação a alguém que se ama, que é sua mãe, e que está nos seus últimos tempos de vida.

Para quem gosta da filmografia do diretor, Minha mãe retoma às suas obras anteriores a Habemus Papam, com mais metalinguagem, com mais cinema dentro do cinema, com mais Moretti atuando, e com ele ficando ao lado do personagem. :)

Download:
Torrent + Legenda